🛹Reforma no Skate

Há 10 anos atrás, em Maio de 2010, entregávamos pro Théo o seu primeiro Skate. Um desses comprado em um Supermercado, não foi dos mais baratos, 39 reais, acredito. Os mais em conta custavam 19. Na ocasião nosso filho humano tinha 4 aninhos.

Mas acreditem, era um Skatinho honesto. Assim que ganhou ele já subiu e começou a treinar, e inclusive a se equilibrar. Pensamos que ele iria cair e se machucar muito andando de Skate, porém isso nunca aconteceu de verdade, apesar dos tombos que tomou.

No dia que ganhou, já saiu andando.

Ele andou bastante, principalmente quando mudamos para onde moramos hoje, onde as ruas são fechadas e as crianças brincam sem problemas, até que em 2014 veio o long. Bem maior que o primeio, que era um street, esse tinha um pouco mais que 40 polegadas de comprimento. Menores que isso são chamados de Semi-long.

Nomenclaturas de lado… esse durou sem alterações, apenas com WD40 nos rolamentos até início de 2019, quando recebeu novas rodinhas e rolamentos. E eu falei pro Théo “vamos colocar essas rodas no outro skate”. Ele achou legal, enquanto ele desmontava aproveitei e cortei o shape que estava com uma das pontas ruins e transformei ele num “longuinho” um long pequenininho. 😂😂😂

Ele andou duas vezes e nunca mais. Nas ruas do condomínio um Skate maior desenvolve mais velocidade. É melhor de andar. E ele anda bastante, bem mais do que com a bicicleta.

Agora, com a quarentena e sem muita coisa pra fazer botei ele pra trabalhar no shape. Desmonta, lixa, pinta, remonta e o resultado ficou incrível. Um novo Skate. O processo todo pode ser visto no vídeo abaixo. É bem rápido e condensa em 5 minutos os quase 60 de gravação de fizemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *