Volks Camp, sem camp, em São Sebastião do Caí

O sábado foi de bom tempo, mas o domingo que “marcava” chuva pra depois do meio dia, foi molhado logo pelo início da manhã, quando saímos de Gravataí já pingava. Na estrada não choveu muito, porém o tempo que ficamos em São Sebastião do Caí, foi água e água, mesmo fraca… foi chata.

Na foto acima a igreja lá do Santuário. Os eventos no local tem ajudado sempre na finalização da obra que ano passado não tinha teto ainda. Parece que agora já está coberto.

Viagem boa e rápida, pouco mais de 110km pra rodar, entre RS118, BR116, RS240 e RS122. Quatro estradas, um pouco em cada uma. Viagem rápida. Ainda paramos para nos encontrar com o Joel, parceiro de estrada do Independente Volks Clube, em Sapucaia. Uma hora de viagem basicamente, mesmo com as paradas.

Sorte que tem um local coberto pras pessoas ficarem, porque quem foi hoje só viu chuva. Abaixo, a tripulação da White hoje. Eu (Fabiano, Coca e Vìvian).

Mas a finalidade do Volks Camp é realmente acampar, nós estivemos lá apenas para rodar um pouco com o carro, fazer algo diferente. E para acampar mesmo não choveu, no entanto muita gente ainda estava com as barracas montadas na hora que fomos embora, logo depois do meio dia.

No retorno passamos no Posto Sim Vintage, ou Retrô, que é todo caracterizado como os postos americanos da década de 1950. Bem legal e estava bem vazio. Deu pra sentar perto do carro inclusive e ficar olhando ele pela janela.

Próximo encontro: semana que vem em Portão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *