Reservatório do Respiro do Óleo

Resolve um problema e cria outro. Essa tem sido a essência do desenvolvimento da Eva. O motor esquentava muito, mas as latas estavam todos horríveis, radiador de óleo entupido, motor fora de ponto… tudo corria para essa caminho.

Latas no lugar, motor no ponto, bomba de óleo mais forte, filtro de óleo, radiador de óleo e ela trabalha hoje numa temperatura muito boa, porém o respiro do óleo estava jogando mais óleo pra fora. E o filtro que havia ali já não segurava o vapor e o líquido que acabava sujando o motor.

Bom, a solução foi um acessório que é bem comum de se ver, mas em carros normais é difícil de encontrar. Mais em carros preparados que vemos. O reservatório do respiro do óleo serve pra acumular o que o motor joga pra fora.

A EMPI tem uns dois modelos, pelo menos, desse acessório. Ambos nos padrões EMPI de custo. Um na faixa dos 300 reais, que parece um filtro de óleo (marmita) que pode ser fixado longe do respiro, e outro que vai no próprio respiro, também cromado, parecendo ser uma peça muito melhor acabada e com uma integração ao motor muito mais eficiente. Abaixo dá pra ver bem o produto. Mais de 600 reais a brincadeira.

Eu acho EMPI uma ótima marca, tenho muitos produtos deles nos carros, no entanto dessa vez não deu. Precisamos ir para uma solução mais barata. E foi no reservatório da Imohr que encontramos o que precisávamos. A empresa é daqui do Rio Grande do Sul, Carazinho, e tem muitos produtos diferenciados para Aircooleds e outros carros. Mas os que me interessam mesmo são aqueles que atendem nossos Volks. Em destaque na foto abaixo onde foi feita a instalação.

O reservatório comporta 500ml (meio litro) de óleo e tem uma válvula na parte inferior para retirada do líquido. O custo? Algo em torno de 120 reais mais a entraga. Olhando assim na foto (abaixo) ele não parece tão grande, mas tem que ter um belo espaço no carro. Sorte instalarmos na Kombi, que ainda comporta. Numa Brasília ainda ficaria bom, num Fusca já não sei. Ainda mais se este for de dupla carburação.

Nas minhas considerações finais eu gostaria de dizer que: dava pra viver com o óleo pingando na bateria, dava pra continuar com o filtrinho meia boca ali, mas estamos tentando deixar as coisas um pouco mais bonitas e essa peça além de ser bem funcional não destoa muito da nossa realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *