Troca das Mangueiras de Combustível do Fusca

Troca das mangueiras da linha de combustível é uma manutenção fácil e barata de se fazer e que pode lhe poupar algum dinheiro e tempo perdido parado na estrada ou na rua. Não cheguei a ficar empenhado, mas foi quase. Abaixo, estacionado no FuscaShow.

Na ida para o Fusca Show 2019 comentei com a Vívian que o problema do Fusca é o cheiro de gasolina. Estava bem forte. Minha mãe comentou comigo quando fui pegar o carro na casa dela que meu pai tinha sentido cheiro de gasolina também, mas até aí… cheiro de gasolina não é o fim do mundo, mas estava forte.

Na hora de sair da FENAC no domingo, o Gustavo (parceiro de estrada do IVC) veio correndo dizer que tinha uma poça de óleo, mas era na frente do carro. De cara pensei que tinha virado o litro que levo sempre pra uma emergência.

Abaixo três imagens, a primeira é de onde estava o vazamento, na frente. A segunda é um comparativo da mangueira nova, esquerda, e da velha na direita. E a última foto é da ligação na parte traseira perto da caixa de câmbio. Em alguns carros você não encontra essa última seção de metal, então a mangueira acaba indo até o filtro de combustível na parte no motor.

Cheguei em casa e na segunda fui fuçar e encontrei realmente um vazamento que era de gasolina, mas parecia de óleo, porque após cair no cabeçote se misturava com graxa que acumula ali vindo da suspensão.

Resolvi trocar todo o sistema de mangueiras. Primeiro no motor que não estava tão ruim, aparentemente, depois na dianteira que são uns 30 centímetros que sai do tanque até o cano que entra por dentro do cabeçote e segue pelo túnel até a parte traseira. E por último a parte traseira que com 15 centímetros você liga a saída do túnel até o outro cano que vai para o motor.

Na foto abaixo o filtro de combustível que cortei para ver como estava.

Na frente encontrei o vazamento que não era grande, porém a mangueira estava praticamente se dissolvendo ali. Quando puxei um pouco ela se rompeu. Eu não havia trocado ali naquele ponto, então estava no mínimo há quatro anos. As da traseira eu lembro que troquei quando peguei o carro.

Já estava na hora mesmo. A que faz a ligação pequena na traseira estava menos pior, mesmo assim pronta para dar problema.

No meu caso não precisei tirar o tanque do lugar, mas pra acessar melhor tanto na frente quanto na traseira tirei as rodas do lado esquerdo. Dá um pouco mais de trabalho, porém é mais fácil, com mais luz. Motor ficou mais bonitinho com as mangueiras novas.

O que eu usei para essa troca:

  • 2 metros de mangueira para injeção eletrônica;
  • 30 cm de mangueira de combustível normal para a frente;
  • 10 abraçadeiras;
  • chave de fenda, faca (pra cortar as mangueiras) macaco e chave de rodas.

É um serviço bem simples. Tem que tomar mais cuidado na parte do motor, porque gasolina pode manchar a pintura do seu carro então é sempre bom ter um pano por perto também para alguma emergência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *