1 ano de Eva – quantos Km rodamos?

Eva completou um ano com a gente dia desses e hoje notei que não sabia quanto já havia rodado com ela nesses pouco mais de 365 dias. Aí resolvi tentar achar alguma referência e os números foram interessantes.

Enquanto a gente voltava de São Sebastião do Caí olhei pro odômetro e ele marcava um número redondo. Como eu ia saber quanto já rodamos? Bom, fotos!!! Essa abaixo foi tirada no dia 28 de maio de 2018. Porém rodou do ponto onde ela estava até a MUAR (Márcio Upgrades Aircooled) uns 5km e aí ficou rodando pouquinho, do estacionamento até lá, de lá até o estacionamento, devem ter sido desses números uns 30km.

Entre idas até o Márcio, que rendem 50km pro marcador, Quartas Independentes que adicionam 60 e outras voltas, não foram muitas viagens que ela fez. A mais longa com certeza foi pra Lajeado esse ano. Cerca de 300km ida e volta. E apenas esse mês fomos duas vezes até São Sebastião do Caí, mais uns 260km.

Abaixo, ontem no Posto Sim Retrô.

Bom, ontem chegamos de São Sebastião e fomos ao Shopping almoçar. Me desliguei da quilometragem, voltamos pra casa, colocamos Eva em sua vaga e tudo certo, segue a vida como ela é. Agora, segunda-feira vou até o carro pra tirar uma foto da quilometragem exata que está no odômetro e é essa da foto abaixo. Ou seja, passamos dos 2 mil quilômetros rodados.

Aí você vai pensar: “poutz, o cara tirando vantagem porque rodou 2 mil km em um ano!!!”. Verdade, mas não estou me vangloriando, na realidade tudo isso é pra mostrar que só agora, depois de fazer todas as manutenções e os upgrades que julgamos necessários é que começamos a rodar mais. Desses 2 mil, no mínimo uns 500 foram nesses últimos 30 dias.

Hoje ela está praticamente toda revisada. Motor, caixa, elétrica, suspensão e freios. Tudo revisado e quase tudo trocado. Falta ainda os freios dianteiros, onde precisamos de novos discos e o motor que precisa de uma retífica pra aí sim render melhor.

No entanto rodando com ela no dia a dia e nas estradas pros encontros, vejo que está 100% melhor. As estradas em si poderiam ser bem melhores. Menos buracos, remendos mais bem feitos… pra ela rodar ainda melhor, sonho difícil de realizar. O salto é bem positivo e fico muito feliz com esse resultado parcial.

Falta? Sim ainda falta, porém temos tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *