Rodas por Rodas parte 2

Certo que teremos três partes sobre as rodas. Se quer começar lendo a parte um, aqui o link. Porque esse meio tempo de instalação tem sido bem complicado. Para a furação da Kombi 5×112 tem até uma grande variedade de rodas. Vários carros da Audi e Volks usam essa medida nos parafusos, o problema são basicamente de offset e largura da roda.

Na traseira o problema é bem claro, porque a roda da kombi entra para dentro da carroceria. E ainda tem uma questão na clipper, que usa homocinética na traseira, a roda não fica, digamos, “torta” como no Fusca e Brasília, com cambagem negativa (foto abaixo).

Na teoria, quando você coloca peso numa kombi ou rebaixa ela, a roda desce reta, na teoria. Na pratica acaba acontecendo, porque muitas foram carros de carga, e a suspensão já não está como nova.

Por esse motivo, montei duas rodas pra primeiro testar de um lado e ver o que daria certo. Saímos atrás de prisioneiros mais compridos para colocar. Foi um problema. Tínhamos a indicação dos prisioneiros da Ranger pro lugar dos originais. Com a necessidade de abrir os buracos dos cubos, porque as estrias seriam maiores.

Compramos um conjunto da Ranger. Esses foram vendidos errados para nós. Eram mais finos do que deveriam ser. Depois achamos em outra loja, onde quase tivemos que brigar com o dono para nos vender parafusos da Ranger porque queríamos colocar em uma kombi. É complicado.

Mas os cubos não saíram e não tínhamos um extrator para remover os mesmos. Paramos e deixamos para outro dia o processo todo, até porque o motor é prioridade nesse momento.

Porém publiquei no Instagram  como estava e os problemas. Então a @nboff entrou em contato conosco falando que na Kombi deles apenas foi feita a troca dos parafusos para colocação de rodas de liga.

Achei que valia o investimento para, quem sabe (???), poupar tempo, dinheiro e trabalho. Comprei e instalei na traseira. O problema seria os parafusos pegarem rosca. E aparentemente ficaram bem fixados. Na foto mais acima, o parafuso original x o parafuso para roda de liga que tem a ponta cônica para ficar melhor casada com a roda.

Ainda temos problemas para resolver visando usar essas rodas. As tampas do cubo, não cabem no meio da roda. As pinças de freio raspavam na parte interna da roda. Isso eu já resolvi no lado direito.. Tirei um pouco com a lixadeira e já resolveu. E por último as porcas da ponta de eixo traseiros, também precisarão de um desbaste. Nada que um pouco de amor e força bruta não resolvam.

Terceira parte aqui.

Abaixo um vídeo legal falando sobre off set. As rodas que compramos tem off set positivo, mas as da Brasília, por exemplo (traseiras) são negativas. As talas estão para o lado de fora, pra dar aquela sensação de que são mais largas.

1 thought on “Rodas por Rodas parte 2”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *